EDUARDA LAPA 1895-1975
Material: Óleo sobre tela, assinado
Dim: 48,7 x 68,5 cmMaria Eduarda Lapa de Sousa Caldeira nasceu a 15 de
outubro de 1895, na Guarda. Durante a sua formação esteve com o
mestre o pintor Artur Loureiro no Porto, e com o mestre pintor José
Malhoa em Lisboa. Esta formação permitiu que desenvolve- se
interesse pelas naturezas mortas e motivos florais.
Em 1930, muda-se para Paris e ingressa na Académie de La
Grande Chaumière e na Académie Moderne, voltando para
Portugal uns anos mais tarde. Destacou-se como pintora
principalmente na técnica de pintura a óleo e pastel, onde os seus
desenhos apresentavam um traço seguro, correto e elegante.
Integrou no Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas, que
defendia os direitos das mulheres na vida política, social e artística.
Em 1940 participou ativamente na criação do Museu
Regional da Guarda, onde expôs algumas das suas obras na
inauguração do mesmo. Tornou-se ainda sócia da Sociedade
Nacional de Belas Artes, tornando-se a primeira mulher a ocupar
um lugar na direção.
A pintora faleceu aos 80 anos em Lisboa e foi homenageada
pela Câmara de Lisboa com um lápide na Rua Capitão Renato
Baptista.
Algumas das suas obras podem ser visitadas na Fundação
Calouste Gulbenkian – Rosa Bela Portuguesa (1962) – e no museu
da Guarda.

1 500
0