ANTÓNIO CARNEIRO 1872-1930
Material: Sanguínea sobre papel, assinado
Dimensões: 60 x 48cmAntónio Teixeira Carneiro nasce em Amarante a 16 de
setembro de 1872. Filho de um comerciante brasileiro, não esteve
em contacto com o pai, pois este partira para o Brasil, em 1879.
Devido ao falecimento da mãe, foi posto num orfanato do Barão de
Nova Sintra, pertencente à Misericórdia do Porto.
Enquanto se encontrava no orfanato teve a possibilidade de
frequentar a Academia de Belas Artes, devido ao seu talento que
lhe fora reconhecido. No período em que se encontrava na
Academia, conclui o curso de Desenho em 1890 e decide
abandonar o orfanato em 1896, antes de concluir os estudos em
Pintura histórica.
Os seus trabalhos são carregados de um grande sentimento de
sensibilidade, destacando-se pinturas de retrato – o artista pintava
no retrato o estado psicológico em que o modelo se encontrava.
Além dos trabalhos de retrato, também conhecemos algumas
pinturas de carácter religioso como de carácter histórico.
O pintor faleceu 31 de março de 1930, sendo um dos artistas
modelos desta época destacando os seus trabalhos na pintura, como
ilustrador, como poeta e como professor na área do português.

750
750