A Esmeralda é a variedade mais notável do grupo dos Berilos e muito apreciada desde a Antiguidade com especial relevo no Antigo Egito.

Deve a sua inconfundível cor verde a um elemento estranho á sua composição química, designado por cromo (Cr3+), e, por vezes, também ao ferro férrico – Fe3+ – e ao Vanádio (V) que influenciam consideravelmente a sua Cor e Beleza.

Quimicamente é um ciclossilicato de Alumínio e Berílio – Be3Al2(SiO3)6. Cristaliza no Sistema Hexagonal em prismas Hexagonais que ás vezes apresentam um raiado vertical; também é possível encontrar cristais com hábito (ou forma) tabular. As inclusões da esmeralda muitas vezes conhecidas popularmente por “jardim”, refletem as fissuras internas preenchidas por inclusões sólidas, líquidas e gasosas. Sendo as mais frequentes as de Pirite, de côr amarela latão, Calcite, placas de Mica, cristais de Quartzo, entre outros.

As esmeraldas colombianas também apresentam como inclusões as famosas trifásicas, compostas por líquido, uma bolha de gás e um cristal cúbico de cloreto de sódio.

1 diamante hopeFigura 1 Esmeralda lapidada, direito de autor https://images.app.goo.gl/6iRFERHB6XteG4g86

A sua Dureza varia entre 7,5 a 8 na escala de Mohs, sendo o seu peso específico médio de 2,72. Muitas das Esmeraldas são de origem hidrotermal, sendo na Colômbia onde se encontram os melhores exemplares. Os distritos de Muzo e Chizor são os mais conhecidos, de onde se extraem exemplares lindíssimos a céu aberto. Outros exemplos de países que são importantes produtores são: o Brasil e o Zimbabué - onde se destacam os jazigos de Sandeawana, de excelente qualidade, mas com exemplares inferiores a dois quilates. Adicionalmente também destacamos a Zâmbia como país produtor de qualidade.

Historicamente famosas destacam-se as minas do Egito e da Rússia, mas na atualidade estão totalmente esgotadas. A palavra esmeralda, deriva de uma palavra Persa que surge mais tarde na língua grega como SMARAGDOS (σμάραγδος). O termo moderno, Esmeralda, só aparece a partir do século XVI. Esta pedra preciosa já era conhecida na Babilonia, cerca de quatro mil anos antes de Cristo.

 2 diamante Figura 2 Cristal Esmeralda bruto, direito de autor https://images.app.goo.gl/XYDijHbQh7NCXVmk8

O primeiro mercado conhecido de venda de Esmeraldas e Pedras Preciosas era dedicado à deusa Vénus, em que a Esmeralda era considera a Rainha das Gemas. É a pedra natal do mês de maio. Simboliza a Fé, a Imortalidade e a Beleza Feminina.

Do ponto de vista histórico a primeira localidade de onde se extraíram esmeraldas foram as minas do Mar Vermelho no Antigo Egito, mais conhecido como a Fonte de Cleópatra.

Os exemplares de melhor qualidade, Peso, Cor e Transparência podem atingir muitos milhares de euros por quilates; como exemplo, podemos citar a famosa esmeralda colombiana designada por Rockfeller com o peso de 18,4 ct. Que foi vendida por 5,5 milhões de dólares.

Foi considerada na Antiguidade como uma Pedra Preciosa com poderes especiais e curativos e ainda hoje é usada nas terapias alternativas relacionadas com a Naturopatia.

Cetro William CluttonDavid Cox
Figura 3 Rockefeller ring, direitos de autor https://www.christies.com/features/The-Rockefeller-Emerald-8327-3.aspx